The Beauty of Real Life – Newborn session at home

So, here am I… I started to write this post a few days back with an idea in mind and the phrase I began the post with was: “Oh real life…. you are so beautiful, so photogenic and so raw”. And then….. then real life slapped me in the face with the reality of motherhood: I’m trying to finish writing this post with one hand and a sick child in my arms while “Baby Mozart” plays on repeat in the background and my house is unbelievable messy. Because when your baby is sick, even with “just” a cold, the whole world stops and she is the only thing that matters.

But you know… I chose to see the beauty and even when real life appears to be ugly, it’s not. While I hold my burning child in my arms I can feel her breath, her heart beat and her tiny fingers touching my skin. She cuddles me while she sleeps and I know she feels safe and loved. It makes me smile even with all the mess surrounding me.

The newborn phase can feel chaotic. You are tired, you didn’t have time to comb your hair, but then that tiny person looks at you, you know he needs you and that look, that moment, that bound, makes the room brighter and the love you feel reflects making your face shine. That’s what I see when I look at this photos: overflowing love. That’s the reality and it’s unbelievable beautiful!

Love,

Bruna

Então aqui estou… eu comecei a escreve esse post há alguns dias com uma ideia em mente e a primeira frase que eu escrevi foi: “Ah vida real… você é tão bela, tão verdadeira e tão crua”! E aí… aí a vida real me deu um tapa na cara com a realidade da maternidade: eu estou tentando terminar de escrever esse post com uma mão e uma criança doente no colo enquanto “Baby Mozart” toca repetidamente no fundo e minha casa está incrivelmente bagunçada. Porque quando sua bebê está doente, mesmo que seja “só” uma gripe, o mundo todo para e só ela que importa.

Mas sabe… eu escolho ver beleza e mesmo quando a vida real parece ser feia, não é. Enquanto eu seguro nos braços a minha pequena queimando de febre, eu sinto sua respiração, seu coraçãozinho batendo e seus dedinhos tocando minha pele. Ela se enrosca em mim enquanto dorme e eu sei que ela se sente segura e amada. Isso me faz sorrir mesmo com toda bagunça ao meu redor.

A fase de recém nascido pode ser caótica. Você está cansada, não teve tempo nem de arrumar o cabelo, mas quando essa pessoinha olha para você, você sabe o quanto ele precisa de você. E esse olhar, esse momento, esse laço faz o quarto se iluminar e o amor que você sente reflete fazendo o seu semblante brilhar. É isso que eu vejo olhando para essas fotos: um amor transbordante! Essa é a realidade e ela é incrivelmente bonita!

Save

Save

Save

Your email is never published or shared. Required fields are marked *

*

*